Manobra de transbordo de carga em Vila do Conde já é realidade

Coluna Navegação em Foco - (LOP) - Jornal O Liberal - Terça-feira

No início do mês de dezembro, com o Navio “Sea Boni”, foi realizada a manobra para a operação de transbordo de grãos na área do Porto de Vila do Conde. Foram carregadas 57 mil toneladas de milho, todas dentro da normalidade, sendo realizada em um quadro com quatro bóias.
O Navio “Sea Boni” é um navio tipo Super Max de 199,90 metros de comprimento, 32 metros de boca, ano de fabricação 2015, bandeira de Malta e saiu de Vila do Conde carregado com 13.1 metros de calado.
A operação portuária esteve sobre a responsabilidade da Mega Logística, que tem a frente o empresário Eduardo Carvalho. A manobra foi executada pelos Práticos da Praticagem Barra do Pará. Segundo informações, este foi o último navio em fase de teste, faltando apenas a aprovação final da Autoridade Marítima.
Ainda este mês, outro navio tipo Super Max está sendo aguardado para fazer outro carregamento de milho e, para ano que vem, também está programado o primeiro navio Panamax para operar no quadro de bóias.

CONHECENDO A AMAZÔNIA – Barcelos, primeira Capital do Amazonas

O município é situado na margem direita do rio Negro, a 405 km de Manaus (656 km por via fluvial). Seus limites são a Venezuela a noroeste e norte. Sua área, que é de 122.476 km², faz do município o maior do estado do Amazonas em área territorial, e o segundo maior do Brasil, atrás apenas de Altamira, no Pará. Também integra a lista dos maiores municípios do mundo em área territorial. A área representa 7.7973 % do Estado, 3.1784 % da Região e 1.4415 % de todo o território brasileiro.
Caso Barcelos fosse um estado do Brasil, seria maior que vários estados, como Pernambuco, Santa Catarina, Paraíba, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Rio de Janeiro, entre outros. O município tem 27.772 habitantes.
Tem como sua principal fonte de renda a pesca sustentável de peixes ornamentais, destacando-se pela grande produção e exportação, sendo que de cada cinco peixes exportados, um é o cardinal. São mais de 20 milhões de peixes exportados para todo o mundo, principalmente para o Japão. A cidade se destaca pelo ecoturismo e é um dos principais destinos para pesca esportiva no país. O peixe Tucunaré-Açu é o mais cobiçado da região e chega a pesar até 12 kg. A temporada de pesca esportiva é entre os meses de setembro e fevereiro do ano seguinte.

Orla da cidade vista do Rio Negro

Revendo amigo

Durante a cerimônia de posse do novo Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Olsen, tivemos a oportunidade de rever o nosso amigo Almirante de Esquadra Leal Ferreira, que foi Comandante da Marinha e, hoje, é o Presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Carlos Nascimento, Almirante Leal Ferreira, Kleber Menezes, Luiz Omar Pinheiro e Milva Rebello

Mares & Rios

Na última quinta-feira, após a solenidade de transmissão de cargo, o Almirante de Esquadra Alípio Jorge recebeu um grupo de amigos para um almoço no Clube Naval, onde agradeceu o apoio e a amizade de todos durante o período que esteve servindo a Marinha do Brasil.

O Memorial Amazônico da Navegação reabriu e está recebendo visitantes depois de passar por manutenção. O espaço é um recorte da tradição fluvial paraense, contendo peças de antigos barcos outrora utilizados na Amazônia, além de maquetes detalhadas que mostram, alguns desses meios de transporte. Fica no Mangal das Garças. Às terças-feiras, a entrada no memorial é gratuita. Nos demais dias, o ingresso é R$ 5,00 e R$2,50 (meia-entrada).

Após 13 meses na Estação Antártica Comandante Ferraz, os 16 componentes do Grupo-Base “Polaris” estão retornando para o Brasil. Com o apoio da FAB, os militares estarão no vôo KC-390, nova frota aérea que atuará no continente gelado e opera pela 1ª vez na movimentação de material e pessoal entre o Brasil e Punta Arenas, Chile.

O colega jornalista André Laurent, apresentador do Globo Esporte, recebeu a medalha de embaixador de Ponta de Pedras, no arquipélago do Marajó. Com a homenagem, Laurent passará a enfrentar com mais frequência a baia do Marajó. Consequência da visibilidade nacional proporcionada ao município.

ERRATA: na edição de domingo, informamos que foram disparados 18 tiros de canhão durante a despedida do Almirante Alípio Jorge. O correto são 17 tiros disparados pela Fragata Independência.

Fonte(CNF) (LOP) luizopinheiro@gmail.com

Por (LCN) @luiscelsoborges

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios