“DIA INTERNACIONAL DA MULHER NO MAR” É INSTITUÍDO PELA IMO.

Coluna ¨Convés Principal¨ -CLC- Ricardo Monteiro

Importante data foi estabelecida pela “Organização Marítima Internacional” (IMO), quando teve
seu Conselho reunido entre os dias 08 e 12 de Novembro: O Dia Internacional da Mulher no Mar.
A data será celebrada em 18 de Maio de cada ano, devendo a sua primeira comemoração ocorrer
em 2022. Isso ajudará a promover o Programa Mulheres no Mar.
A Assembleia da IMO oficializará e adotará tal evento em Dezembro do presente ano. As mulheres
na indústria marítima serão homenageadas, promovendo seus recrutamentos, retenções e os
empregos sustentados em nossos setores marítimo e fluvial.
A proposta desse dia foi abordada pela primeira vez no Comitê de Cooperação Técnica (TCC) da
IMO, no mês de setembro de 2021. Lembrando que em 2019, o tema foi “Empoderando as
mulheres na comunidade marítima”.
O colunista já teve a oportunidade de viajar, sob o seu Comando, com várias mulheres a bordo
dos navios. Como já afirmado, uma das melhores tripulantes era mulher, na função de Imediato
no NT “Guaporé”, a Primeira Oficial de Náutica Ludmila.
Hoje também contamos com várias mulheres no Comando e na Chefia de Máquinas. A primeira
delas, a chegar no mais alto posto da Marinha Mercante, foi a Capitão de Longo Curso Hildelene
Lobato Bahia.
Parabéns as mulheres do mar. Dia merecido!

DIRETORIA DE PORTOS E COSTAS (DPC) TEM NOVO
COMANDANTE.

O Vice-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho é o novo Diretor de Portos e Costas (DPC).

Em importante Cerimônia presidida pelo Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, Diretor
Geral de Navegação (DGN), em 25 de Novembro tomou posse da Diretoria de portos e Costas (DPC)
o Vice-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho, em substituição ao Vice-Almirante Alexandre
Cursino de Oliveira.
O Vice-Almirante Salgueirinho vem, com bons propósitos, assumir o Comando de uma das
Organizações Militares mais movimentadas da Marinha do Brasil, sendo responsável pela Autoridade
Marítima Brasileira. Ele que esteve em importantes comissões, dentre as quais destacamos o
Comando do Navio Escola “Brasil” e último Comandante Brasileiro da FTM-UNIFIL (Força-Tarefa
Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano).
Já o Vice-Almirante Cursino, após dedicação e serviços prestados a nação, está deixando a Ativa da
Marinha do Brasil. Ele que exerceu importante papel frente à Diretoria de Portos e Costas. O
colunista teve a oportunidade em conhecê-lo pessoalmente por ocasião da formatura da turma
“Atlante” do CIABA, em 04 de Dezembro de 2020.
Desejamos sucessos ao Vice-Almirante Salgueirinho em sua nova missão, sempre na presença de
Deus para que os caminhos do mar sejam sempre abertos, com ondas e ventos a favor.
Ao Vice-Almirante Cursino, a Marinha Mercante Brasileira agradece e deseja boa aposentadoria,
aproveitando ao lado dos familiares e amigos.
Viva a Marinha do Brasil!

A IMPORTÂNCIA DAS TRADIÇÕES DA MARINHA
MERCANTE.

Imediato Allan Moreira ao Lado da Auxiliar de Saúde Tereza Peixoto

Por: CCB Allan Moreira.

Nossa profissão, fascinante pelos mistérios do além-mar, desafiadora pelas tormentas que
enfrentamos e bela por suas tradições, atualmente vem se perdendo algumas tradições, que fazem
da nossa atividade, além de um honroso e complexo trabalho, um estilo de vida.
O uniforme que segundo diz a Normam-21, “deve ser orgulho pessoal de cada tripulante”.
Infelizmente está entre os itens tradicionais que estão se perdendo, pois muitos aquaviários tem
“aversão” a utilizar, sob o pretexto de que “aqui é Marinha Mercante e não de guerra”. Outros
utilizam de forma, muitas vezes, desalinhados.
Nesse aspecto, parabenizamos e enaltecemos a Auxiliar de Saúde Tereza Peixoto, embarcada
juntamente comigo, Capitão de Cabotagem Allan Moreira, Imediato do navio, pela apresentação
pessoal espontânea e utilização do uniforme a bordo.
A tripulante é formada pelo CIABA, na turma de 2006. Durante seus 15 anos na profissão, esteve
embarcada em duas empresas de navegação, somando-se a atual.
Parabéns pela atitude e por representar tão bem nossa Marinha Mercante Brasileira.
Bravo Zulu!

NAVEGANDO

A coluna “Navegação em Foco” do nosso grande amigo Luiz Omar Pinheiro, que estampa as páginas do jornal “O
Liberal”, chegou em sua 100ª Edição. Sempre trazendo notícias das nossas Forças Armadas, além do Setor
Aquaviário, é uma leitura dinâmica que também relembram grandes acontecimentos históricos e cidades
importantes da nossa imensa “Hileia Amazônica”. Ele, como mercante, atua em defesa dos marítimos e fluviais.

O Luiz Omar Pinheiro é Prático da ZP-1, que compreende da Barra Norte até Itacoatiara (AM). Ele estará sendo
indicado para uma Comenda de importante instituição em 2022. Voltaremos posteriormente com assunto.
Anotem para ver e crer.

Grande encontro do colunista com o jornalista Catete e o Coronel da Reserva da Polícia Militar do Pará Godinho.
Vários assuntos foram debatidos, inclusive da área jornalística, onde temos grande apreço.

A “Sociedade Amigos da Marinha – Seção Rio de Janeiro” (SOMAR-RIO) realizou Cerimônia de Posses do novo
Presidente e sua Diretoria. O Sr. Marcio Telles de Menezes do Prado Maia substitui o Sr. José Antônio de Souza
Batista, para exercer o mandato 2021 a 2023. Sucessos ao novo Presidente e Diretoria.

A Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna formou novos Marinheiros Auxiliares de Convés (MAC) e
Marinheiros Auxiliares de Máquinas (MAM). Em Cerimônia realizada no dia 18 de Novembro, quinze formandos
receberam as Carteiras de Inscrição e Registro (CIR) e Certificados de Conclusão do Curso de Formação de
Aquaviários (CFAQ – I MAC/MAM).

Na próxima sexta-feira, o nosso ilustre Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Júnior estará completando
aniversário. Atualmente é o Presidente do “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM), sendo
considerado como uma das grandes expressões do setor aquaviário. Vida longo ao Comandante Alvaro!

Durante a Operação “Ágata”, realizada pela Capitania dos portos do Amapá (CPAP) e sua Agência no Oiapoque
foram inspecionadas mais de 300 embarcações no período de 8 a 17 de Novembro. Sete delas foram notificadas e
nove apreendidas. É a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 4º Distrito Naval, em prol da salvaguarda da
vida humana no mar.

Após a formatura dos Aspirantes da AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras), que teve a inédita primeira
turma de mulheres dos Quadros de Oficiais Combatentes do Exército Brasileiro, a próxima será a vez dos
Praticantes Oficiais da Marinha Mercante do “Centro de Instrução Almirante Graça Aranha” (CIAGA) no dia 02 de
Dezembro.

O Oficial da EFOMM, tanto do CIAGA quanto do CIABA, é matriculado no “Núcleo de Formação de Oficiais da
Reserva Não Remunerada” (NFORM-RNR) da Marinha de Guerra, onde atuarão como Guardas-Marinhas (RNR) a
bordo das embarcações mercantes nacionais e internacionais.

Ao término da Praticagem, concluindo com aproveitamento o período embarcado, ascenderão as categorias de
2º Oficiais de Náutica ou de Máquinas, e receberão a Carta Patente de 2º Tenente da Reserva da Marinha (RNR),
estando aptos a embarcarem em quaisquer navios no mundo.

No dia 06 de Dezembro, teremos a inauguração do Planetário do CIABA (Centro de Instrução Almirante Braz de
Aguiar). O Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, grande expressão da Marinha Mercante, que navegou
extensos oceanos e mares a bordo dos maiores navios na época, estará presente na solenidade.

Também estará em Belém nessa data, o ilustre Almirante de Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva,
Comandante de Operações Navais, que estará presidindo a Passagem de Comando do 4º Distrito Naval, onde o
Vice-Almirante Valter Citavicius Filho passará o timão ao Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa.

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) impôs restrições a navios com tripulantes provenientes de 6 países. Isso
tudo depois que a variante Ômicron teve avanço, alertando a humanidade para novas propagações do vírus. Para
emissão da Livre Prática, o órgão determinou testagens nos tripulantes ou quarentena de duas semanas para
navios com pessoas que estiveram na África do Sul ou nos outros cinco países do continente africano.

Em conversas com vários Comandantes de nossa Marinha Mercante Brasileira, o colunista sempre incentiva os
eventos a bordo, como forma de homenagear os integrantes das tripulações. Com essa técnica, já foi conseguido
excelentes resultados, tanto pessoal quanto em grupo. Motivar e reconhecer pessoas são também partes
integrantes de “Coaching” que funciona.

Os Oficiais da Marinha Mercante estão agitados com a notícia da assinatura da “BR do Mar” no Senado Federal.
Nossos Sindicatos, Associações e Instituições precisarão unir forças, já que o PL irá passar por votação na Câmara
novamente.

Fonte: (RM) ricardo.monteirobr@hotmail.com

Por (LCN) @luiscelsoborges

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios