Hidrovias do Brasil lança Relatório de Sustentabilidade 2021

Coluna "Navegação em Foco" - LOP Jornal O Liberal

Comboio Operação Norte

A Hidrovias do Brasil, empresa de soluções logísticas integradas na América do Sul, lançou o primeiro Relatório de Sustentabilidade, que representa mais um passo na jornada de sustentabilidade da companhia.
Construído dentro das normas de relato da Global Reporting Initiative (GRI), o documento reúne ações e iniciativas que geram impactos positivos no Sistema Norte, que tem operações da companhia no distrito de Miritituba, em Itaituba, e no município de Barcarena.
Além das iniciativas voltadas para questões socioambientais, outro destaque do relatório são as ações relacionadas ao ordenamento nterritorial, que incluiu o investimento em obras de infraestrutura nos municípios onde a companhia atua. Em 2021, a Hidrovias do Brasil investiu mais de 1 milhão de reais para manutenção e melhoria de pontos estratégicos da Transportuária, que é uma via importante de acesso à Estação de Transbordo de Carga em Itaituba.
Já no município de Barcarena, a empresa investiu 5 milhões de reais em obras de recuperação de, aproximadamente, 8 km de via que dá acesso ao Terminal de Uso Privado e a comunidades vizinhas ao empreendimento.

Virgin abre filial para operar foguete em Alcântara

A empresa espacial americana anunciou que abrirá a VOBRA, sigla para Virgin Orbit Brasil Ltda.
Esta nova divisão será totalmente controlada pela Virgin, do multimilionário Richard Branson, que já abriu várias companhias aéreas, agências de viagens e operadoras de celular. A VOBRA já teve sua licença de operação emitida pela
Agência Espacial Brasileira (AEB) para operar o LauncherOne no Brasil a partir do Centro de Lançamento de Alcântara. O LauncherOne é um sistema que usa um Boeing 747-400 (ex-Virgin Atlantic), batizado de “Cosmic Girl”, para lançar foguetes espaciais em grandes altitudes, economizando combustível e barateando a operação, já que o Jumbo pode fazer quantos voos forem necessários em um só dia. A Virgin destacou que a “Cosmic Girl” se beneficiaria da localização geográfica “voando centenas de quilômetros antes de lançar o foguete exatamente acima da Linha do Equador, um local privilegiado, ou em outras posições otimizadas de acordo com a missão individual de cada foguete”. Apesar do anúncio, ainda não está claro como essa logística se dará, já que o Aeroporto de Alcântara não tem estrutura hoje para receber o Boeing 747. Os aeroportos adequados mais próximos seriam o de Belém ou Fortaleza.
A VOBRA destaca que a Base de Alcântara nunca foi usada para lançamentos orbitais, mas apenas foguetes suborbitários. A Força Aérea Brasileira também está envolvida no projeto, que deverá ter seu primeiro lançamento doméstico njá em 2023. Essa será a primeira base oficial da Virgin Orbit fora da Califórnia, já que a empresa ainda não confirmou suas instalações no Reino Unido, que devem ser no Aeroporto de Cornwall.

Aeronave Virgin Orbit

MARES & RIOS

Felicidade em registrar o nascimento da Cecília, que chegou para dar alegria a mamãe Tenente Larissa e o papai Tenente Pontes no último dia 29 de junho. Larissa faz parte da dinâmica equipe de Comunicação Social do I COMAR. Parabéns amiga e felicidades pra vocês.

Hoje, às 9h, na sede da Capitania Dos Portos do Amapá, que tem como comandante, o Capitão-de-mar-e-guerra Kaysel Ribeiro, o colunista estará sendo agraciado com o Diploma de Amigo da Capitania. Por sinal, no próximo dia 22, haverá a troca de comando na Capitania, quando o capitão de fragata (T) João Batista da Conceição Reis assumirá o posto de Capitão dos Portos.

O Esquadrão Cobra (7º ETA) completou 39 anos ontem. Sediado em Manaus/AM, a Unidade Aérea realiza ações de transporte aéreo logístico e evacuação aeromédica, dentre outras, integrando a região amazônica. O 7º ETA emprega as aeronaves C-97 Brasília e C-98 Grand Caravan. O Esquadrão também realiza missões em apoio ao Exército e à Marinha, na Amazônia.

Depois de muitos anos (mais de uma década), o porto de Belém voltou a operar com mais de um navio, isto está acontecendo esta semana com um navio operando no terminal da Ocrim, no desembarque de trigo, e outro em operação de embarque de toras de teca realizado pelo Grupo Atlântica Matapi. O registro da foto foi feito pelo Prático Goldim, da Empresa de Praticagem da Barra do Pará. É o movimento do porto voltando, que bom.

Dois navios operando no porto de Belém

Mais registros do 9º aniversário do Comando Militar do Norte, que aconteceu no dia 30 de junho.

Comitiva da ADESG-PA: Douglas Dinelly, Luiz Pina, coronel Terzi, Madson Brandão, general Chalella, Luiz Omar Pinheiroe e CLC Reis.

A equipe de comunicação social do CMN: tenente Tamiris, Luiz Omar Pinheiro, aspirante Ize e tenente Cristina.

“O mundo não está interessado nos temporais que você encontrou pelo caminho. Ele quer saber se você trouxe o navio”.

Fonte: (CNF) (LOP) luizopinheiro@gmail

Por (LCN) @luiscelsonews

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios