Navio Hidrográfico “Sirius” deixa o serviço ativo da Marinha

Tripulação do NHi “Sirius” desembarca do navio

Após mais de 64 anos de relevantes serviços prestados à Marinha, o Navio Hidrográfico (NHi) “Sirius” deixou o serviço ativo, no dia 16 de março, em Cerimônia de Mostra de Desarmamento realizada no Complexo Naval da Ponta da Armação, em Niterói. Presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Renato Rodrigues de Aguiar Freire, a cerimônia contou com a presença de diversas autoridades, entre as quais o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, o atual e alguns dos ex-Diretores de Hidrografia e Navegação, além de ex-Comandantes do Navio. Incorporado ao serviço da Armada em 17 de janeiro de 1958, o NHi “Sirius” teve sua história marcada pelo pioneirismo, tendo sido o primeiro navio construído e equipado especificamente para as atividades de hidrografia, sendo também o primeiro a realizar, a bordo, um pouso de uma aeronave no âmbito da Marinha do Brasil. Alcançou a marca de 843.666 milhas náuticas navegadas e 4.575 dias de mar e, por ser referência na formação de gerações de hidrógrafos, ficou conhecido como “Escola de Hidrografia

O Chefe do Estado-Maior da Armada assina o Termo de Desarmamento do NHi “Sirius”

Em sua Ordem do Dia, o Chefe do Estado-Maior da Armada enalteceu os homens do mar que, com orgulho e dedicação, guarneceram os conveses do navio ao longo dos anos, frisando que “o NHi ‘Siriuscontinuará navegando eternamente no coração e na memória de suas tripulações”.

Fonte: Nomar on line

Por (LCN) @luiscelsoborges

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios