Aula Inaugural para os Alunos da EFOMM do CIABA.

Coluna "Convés Principal" - (CLC) - Ricardo Monteiro

Aula Inaugural do CIABA.

A tradicional “Aula Inaugural” para os Alunos da “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) da nossa “Universidade do Mar”, que é o “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) ocorreu no dia 14 de Fevereiro de 2022.
Considerado oficialmente como a Abertura do Ano Letivo nessa instituição de renome, formadora e aperfeiçoadora da mão de obra para a Marinha Mercante Brasileira, o evento teve como palestrante o Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, Comandante do 4º Distrito Naval.
Com o tema “A evolução da Navegação e os Impactos para as Marinhas”, a palestra atraiu a atenção do público, abordando assuntos diretamente relacionados à área de atuação dos futuros Oficiais. Também estiveram presentes diversas autoridades militares, professores e Alunos da EFOMM, porém em virtude da situação epidemiológica que vivemos nos dias atuais, o evento foi restrito, seguindo os protocolos das autoridades sanitárias. (Fotos e colaboração: Assessoria de Comunicação Social – CIABA).

Vice-Almirante Edgar recebeu o Certificado de Agradecimento do Comandante-Aluno Douglas Vasconcelos.

Veleiro “Cisne Branco” foi o mais procurado na visitação do “Velas Latinoamerica 2022

O navio mais procurado pelos visitantes durante o “Velas Latinoamerica 2022”, ocorrido no Rio de Janeiro (RJ) entre 13 e 19 de Fevereiro, sem sobra de dúvida, foi o “Cisne Branco” da nossa gloriosa Marinha do Brasil.
Esse navio foi construído na Holanda, visando às comemorações dos 500 Anos do Descobrimento do Brasil. Na ocasião, no ano de 2000, realizou a viagem da “Rota do Descobrimento”, saindo de Portugal até o nosso país.

Veleiro “Cisne Branco” atracado próximo da Praça Mauá, no Rio de Janeiro (RJ).

O Veleiro “Cisne Branco” representa o Brasil no “Velas Latinoamerica 2022”.

77 Anos da Tomada de Monte Catello.

Hoje celebramos o 77º Aniversário da batalha ocorrida na 2º Guerra Mundial, quando nossos grandes heróis, pertencentes à Força Expedicionária Brasileira (FEB) participaram da Tomada de Monte Castello, em solo italiano. Esse importante evento favoreceu o fim do combate entre os Aliados e o Eixo.
Na manhã de 21 de Fevereiro de 1945, os pracinhas brasileiros avançaram sobre Monte Castello, encontrando forte reação dos inimigos. A vitória foi conquistada no final da tarde do mesmo dia.
A Associação dos “Ex-Combatentes do Brasil, Seção Rio de Janeiro” (AECB/RJ), homenageia personalidades civis e militares, nacionais ou estrangeiras, com a Medalha Tomada de Monte Castelo. Na Marinha Mercante, são portadores da medalha o Capitão de Longo Curso Francisco César Monteiro Gondar, uma das grandes expressões, e o colunista.

Tomada de Monte Castelo.

Medalha “Tomada de Monte Castelo” da AECB/RJ.

O colunista, no momento de recebimento da Medalha Tomada de Monte Castelo, ao lado da CLC Hildelene

Contagem 200 dias para o Bicentenário da Independência do Brasil é iniciada pela Defesa.

No último sábado (19), o Ministério da Defesa abriu oficialmente a contagem regressiva dos 200 dias para a comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil.
Nos próximos dias serão relembrados, através da linha do tempo das Forças Armadas, os principais fatos como as batalhas que se sucederam na nossa nação, a participação do Brasil nas guerras e os
desenvolvimentos tecnológicos de defesa.
Nomes como dos heróis brasileiros serão apresentados, como o Almirante Tamandaré, Duque de Caxias e Brigadeiro Eduardo Gomes, Patronos respectivamente da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. 

Bicentenário da Independência do Brasil.

RUMO CERTO

A grande amiga Capitã de Longo Curso Hildelene Lobato Bahia em breve estará recebendo importante homenagem. Voltaremos com o assunto.

O Capitão de Mar e Guerra João Orlando Enes Prudencio, atual Comandante da “Universidade do Mar”, o CIABA, vem realizando um ótimo comando no seu início, interagindo constantemente com os Alunos da EFOMM.

O Capitão de Longo Renato Ramos Diniz está respirando aliviado após a operação no Golfo Pérsico. Sua tripulação agora em viagem de retorno ao Brasil. Boa viagem ao grande “Master”.

Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho recebeu a visita de representantes da “Associação dos Profissionais da Marinha Mercante” (APMM) no Tribunal Marítimo em 18 de Fevereiro.

Nosso grande amigo Capelão Silas Fernandes Pereira se encontra nos Estados Unidos em missão pela Igreja Batista. Ele foi responsável pelo Batismo dos navios construídos no “Estaleiro Atlântico Sul”, em Pernambuco.

Para quem se lembra, o colunista esteve com o Capelão Silas por ocasião das comemorações da Independência do Brasil de 07 de Setembro de 2017, em Recife (PE).

Uma grande leitora da coluna é a amiga Andrea Marroquim, que mora em Recife (PE). Ela é responsável pela fabricação, distribuição e vendas de guloseimas da marca “Les Meringues” que vem fazendo bastante sucesso.

O Imediato André Luís, que atua em uma empresa estatal, tem uma paixão muito grande pela cidade de Talcahuano (Chile). Lembranças inesquecíveis da viagem que realizou com o colunista.

O colega de turma e amigo Bruno Pereira Diogo é formando na EFOMM, na turma de 1997, no curso de Máquinas. Apesar de não exercer a função, acompanha o dia a dia no mar dos amigos.

O colunista perdeu um grande Oficial de Náutica. O 2ON Anselmo que esteve a bordo no último embarque em 2021. Agora irá tripular navio químico de uma empresa estrangeira. Mercado aquecido.

NAVEGANDO

O Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, ministrou palestra intitulada “Aula Inaugural 2022” na “Academia Militar das Agulhas Negras” (AMAN), localizada em Resende (RJ). O evento ocorrido em 09 de Fevereiro contou com as presenças de Oficiais, Subtenentes, cadetes brasileiros e de nações amigas e sargentos.

A “Diretoria de Portos e Costas” (DPC), que tem como Comandante o Vice-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho, recebeu importante visita da Autoridade Marítima Argentina, o Prefecto, General Rubén Farión, em 14 de Fevereiro. Também estiveram presente o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, e o Comandante do CIAGA, Contra-Almirante Paulo Vecchi Ruiz Cardoso da Silva.

As Forças Armadas vêm prestando relevantes serviços à nação. Vários comboios estão sendo deslocados para Petrópolis depois da tragédia ocorrida, sendo decretado estado de calamidade pública. Os transportes de pessoal e material vêm contribuindo para a grande ajuda humanitária que vem sendo realizada nesse momento.

A Associação Internacional dos Embaixadores da Paz no Brasil (AIEB-Brasil) realizou ajuda humanitária na cidade de Miraí (MG) que foi castigada pelas chuvas nos últimos dias. Houve perdas materiais da população. A ação, coordenada pelo Comendador Rodrigo Agostini, juntamente com o AD Renovo, teve a contribuição da Marinha Mercante representada pelo CLC Gondar, CLC Hildelene e o colunista.

Várias empresas de navegação estão realizando significativas mudanças nesse ano, o que vem dando esperanças aos seus empregados marítimos. Algumas delas, somente com o tempo, saberemos os resultados dessas transformações. Mudanças trazem esperanças. Como está escrito no livro do Comandante Abrashoff, intitulado “Esse barco também é seu”: devemos torcer para que gestores ruins ou se aposentem ou se destruam.

A Força Aérea Brasileira abriu 19 vagas para o nível superior. As inscrições estão disponíveis no site do “Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica” (CIAAR), no período de 21 de Fevereiro até 13 de Março. Para mais informações, consulte o edital em www2.fab.mil.br/ciaar/index.php/ingresse-na-fab.

A Marinha montou Hospital de Campanha na última quinta-feira (17) na cidade de Petrópolis, com o objetivo de prestar apoio à população no momento de dificuldade pelas quais estão vivenciando. A estrutura contará com 12 leitos de enfermaria, dois leitos de Unidade de Terapia Intensiva e dois leitos pós-operatórios, além de um centro cirúrgico e três estações de atendimento ambulatorial.

Também mobilizam o total de 60 viaturas, equipamentos e 300 militares, entre eles profissionais da saúde para atuarem na cidade. No momento estão sendo empregados equipamentos para remoções de obstáculos e desobstruções de ruas, como retroescavadeiras e motosserras. Duas aeronaves remotamente pilotadas e um helicóptero SH-16 participam dessa força tarefa.

Três grandes acidentes ocorreram no Pará nos últimos oito anos, quando duas pontes sobre o Rio Moju, ao longo da Alça Viária, e o pilar da ponte do Outeiro desabaram ou tiveram as estruturas comprometidas ao serem atingidas por embarcações. O que está acontecendo com os Comandantes das embarcações: negligência, imprudência ou imperícia? Quem paga a conta no final é a população.

Por falar em Outeiro, a população vive a expectativa de que a partir dessa segunda (21), a ponte seja liberada para o tráfego de pedestres, ciclistas e motocicletas. Os órgãos de Segurança estarão no local para orientação dos usuários. As embarcações de apoio como as balsas e transportes de passageiros continuarão operando de forma gratuita. (RM)

Fonte: (CCP) (RM) ricardo.monteirobr@hotmail.com

Por (LCN) Seguir o Twitter do Site: @luiscelsonews

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios