Preços do boi gordo voltam a subir no mercado interno

Segundo analista da Safras, a retomada das buscas por animais padrão China é o grande fator para justificar este movimento de alta

O mercado físico de boi gordo registrou preços predominantemente mais altos nesta sexta-feira. Segundo o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a retomada das buscas por animais padrão China é o grande fator para justificar este movimento, enquanto os frigoríficos exportadores passaram a ampliar a capacidade de abate.

A prioridade ainda é escoar a carne que estava estocada aguardando o certificado internacional de exportação, e a logística segue como um relevante foco de atenção. Os pecuaristas, por sua vez adotam uma postura de retração, considerando a expectativa de preços mais altos no curto prazo. As escalas de abate pouco avançaram desde quarta-feira, quando houve a confirmação da retomada das compras chinesas”, assinalou Iglesias.

Com isso, em São Paulo, Capital, a referência para a arroba do boi ficou em R$ 320, ante R$ 316 na quinta-feira. Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 316, contra R$ 306. Em Cuiabá, a arroba ficou indicada em R$ 297, estável. Em Uberaba, Minas Gerais, preços a R$ 320 por arroba.

Atacado

Mercado atacadista encerra a semana apresentando preços acomodados, a tendência de curto prazo ainda remete a pouco espaço para reajustes daqui até a virada de ano. A queda dos preços deflagrada recentemente nas proteínas concorrentes é um importante limitador para novas altas nos preços da carne bovina, com a predileção do consumidor médio no país ainda recaindo sobre proteínas mais acessíveis, a exemplo da carne de frango e do ovo. Quarto traseiro ainda é precificado a R$ 22,25, por quilo. Quarto dianteiro segue precificado a R$ 14,00, por quilo. Ponta de agulha permanece no patamar de R$ 13,30.

Fonte: Agência Safras – Canal Rural

Por (LCN) @luiscelsoborges

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios