Brigadeiro Medeiros recebe a quarta estrela

Coluna Navegação em Foco - (LOP) - Jornal O Liberal

Tenente Brigadeiro do Ar Mauricio Augusto Silveira de Medeiros e o Colunista Luiz Omar Pinheiro

Na última terça-feira, o Alto-Comando da Aeronáutica
esteve reunido, em Brasília,
para fazer a indicação dos nomes dos novos Tenentes Brigadeiros escolhidos para serem
encaminhados ao Ministro da
Defesa, General de Exército
Braga Neto e, posteriormente,
apresentado ao Presidente Jair
Bolsonaro, que fará as devidas
promoções no próximo mês
de março de 2022.
Foram promovidos ao cargo de Tenente Brigadeiro do
Ar: O Major Brigadeiro do Ar
Maurício Augusto Silveira de
Medeiros, atual Comandante
do I COMAR; o Major Brigadeiro do Ar Ricardo Augusto
Fonseca Neubert, é Vice-chefe
da EMAER; e o Major Brigadeiro do Ar Alcides Teixeira
Barbacovi, Chefe do Estado
Maior do COMAE. Vale ressaltar que os mesmos foram aspirantes na mesma turma de
1986, portanto fazem parte de
uma turma de notáveis.
O Tenente Brigadeiro do Ar
Mauricio Augusto Silveira de
Medeiros, atual comandante do I COMAR, é mineiro da cidade de Montes Claros/MG.

Porém é bem familiarizado com
o Estado do Pará, em especial
Belém. Pois o mesmo em 2010,
ainda no posto de Coronel
Aviador foi Vice-Presidente da
COMARA. E por conta disso,
conquistou muitas amizades
em nosso Estado e se sente
muito à vontade ao lado do povo paraenses. Os seus amigos
de Belém do Pará lhe parabenizam pela promoção.

A ESTADUALIZAÇÃO DA ENASA

O Governador Almir Gabriel ao lado dos Comandante
Confúcio Nina Ribeiro e Rodolfo Nóbrega em visita
ao Estaleiro da ENASA em Miramar.

A Empresa de Navegação da Amazônia S/A
ENASA, que era uma
empresa estatal do Governo Federal, foi estadualizada, em 1993, pelo
Presidente Itamar Franco. Quando isto ocorreu,
a empresa estava praticamente fechando as
portas e a frota parou.
A ENASA possuía na
época três catamarãs –
dois de classe popular,
o Roraima e o Rondônia,
e um de classe turística,
o Amazonas – os navios
Soure e Barcarena, a
“chatinha” Plácido de
Castro, além de balsas. O
Catamarã Pará já havia
sido entregue à Marinha
do Brasil.
Com a mudança, o
Engenheiro Antônio
Mendonça foi nomeado
presidente da empresa
e foi criado o Conselho
de Administração, com
destaque para a atuação
do Comandante Rodolfo Nóbrega.
Os Sindicatos dos Marítimos Fluviais também
contribuíram e colocaram a empresa para navegar. Todas as quartas
saía um catamarã de Belém e outro de Manaus
com lotações completas.
Balsas e rebocadores
voltaram a navegar e a
empresa dava sinais de
recuperação.
Porém, ao assumir o
Governo do Pará, Almir
Gabriel foi responsável
pela estadualização da
ENASA. Com a construção da Estação das
Docas, o galpão “Mosqueiro e Soure”, de onde
partiam as embarcações
da Enasa, foi fechado e
a sede da empresa foi
transferida da Avenida Presidente Vargas para
o Estaleiro em Miramar.
Sucateada e mal administrada, a Enasa
passou para o controle do estado do Pará
no final da década de
1990. Desapareceria da
cena da região alguns
anos depois. O último
presidente foi Louryal
Reis de Magalhães, que
liquidou a ENASA realizando o leilão do que
sobrou daquela que foi
a grande empresa de
navegação da Região
Amazônica.

MARES & RIOS

O SINDMAR e a CONTTMAF estão atuando juntos aos Deputados
Federais, em Brasília/DF, para que
seja respeitada a proporção de 2/3 de
tripulantes brasileiros nas embarcações beneficiadas pelo projeto BR do
Mar. No Senado, o texto foi mudado e
reduzido para 1/3, o que não é bom
para a classe marítima brasileira.

Domingo que vem, vamos divulgar a lista dos nomes dos Brigadeiros
do Ar que foram promovidos ao posto de Major Brigadeiro do Ar depois
da reunião do dia 14, do Alto-Comando da Aeronáutica

O nosso amigo Zezé do Boxe,
referência neste esporte e também
responsável pelo projeto social “Nocaute na Violência”, está nos últimos
preparativos para o grande show de
boxe que vai acontecer no próximo
domingo, 19, no Mangueirinho.

Hoje, a partir das 10h da manhã,
acontece a cerimônia de posse do novo
Comandante de Operações Navais da
Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, substituindo
o também Almirante de Esquadra Alípio
Jorge. O evento será a bordo do Navio
-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”
e o colunista confirma presença.

Após participar da tradicional missa natalina realizada na Empresa Rebelo
Industria e Comercio Navegação, a diretora Milva Rebelo foi ao Rio de Janeiro
para participar da cerimônia de posse
do Almirante de Esquadra Olsen, novo
Comandante de Operações Navais.

No próximo dia 25, o Capitão de Fragata Kaysel Costa Ribeiro, Capitão dos Portos do Amapá, será promovido ao posto de Capitão de Mar e Guerra. Na foto, ao lado
do amigo e Prático da ZP-1, Lins Barbosa, da Empresa Nortepilot. Eles foram Guarda
Marinha em 1998, na Turma “Almirante Ary Parreiras”.

Fonte: (CNF) (LOP) @luizopinheiro@gmail.com

Por (LCN) Segui no Twitter:  @luiscelsonews

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios