PROFESSOR PAULO VÍTOR ZIGMANTAS É O PATRONO DA TURMA “DRAKKAR”.

Coluna ¨Convés Principal¨-CLC-Ricardo Monteiro

Professor Paulo Vítor Zigmantas – Patrono da Turma “Drakkar”.

Se hoje tem uma das escolhas certas neste ano, que podemos aplaudir e dizer que realmente
merece, uma delas aconteceu por ocasião da Cerimônia dos 100 dias: O Professor Paulo Vítor
Zigmantas é o Patrono da Turma “Drakkar”.
O grande Mestre Paulo Vítor formou gerações de Oficiais da Marinha Mercante, tanto de Náutica
como de Máquinas. O Colunista mesmo foi seu Aluno de 1995 quando estava no Curso
Fundamental de Náutica.
Nada mais justo homenagear uma pessoa que muito lutou pelas melhorias na nossa querida
“Universidade do Mar”, que sempre amou a profissão Mercante e o CIABA, onde também tem o
reconhecimento da Marinha do Brasil, fosse escolhido para tão honroso título.
O glorioso mestre é condecorado, tendo a Medalha de Mérito Naval e a Medalha de Mérito
Tamandaré por seus serviços prestados à nossa armada.
Quem o conheceu, sabe do seu potencial e de tudo aquilo que representou para nós, que somos
seus eternos Alunos. Ainda em 1996, lembro que jogava futsal conosco. Isso mesmo, o mestre
jogou futsal quando éramos 3º Ano.
Infelizmente a pandemia levou nosso Mestre. Escrevo entre lágrimas esse texto, com a terna
saudade que tenho dele, como pessoa, colega e amigo. Obrigado, Mestre.
O Professor Paulo Vítor Zigmantas se eterniza no seleto grupo de Patronos das Turmas da
EFOMM do CIABA. Parabéns Turma “Drakkar” pela escolha acertada. Ele sempre estará com
vocês.

Professor Vitor Hugo em representação ao Professor Paulo Vitor Zigmantas.

SITE DO “CENTRO DOS CAPITÃES DA MARINHA
MERCANTE” COM NOVO VISUAL.

O site oficial do “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM) agora está com novo
visual. Idealizado pelo seu Diretor de Comunicação Social, Capitão de Longo Curso Afonso de
Almeida Corrêa, traz novas matérias e notícias do mundo marítimo, além das legislações
nacionais e internacionais.
Também podem ser encontrados no site os informativos “O Sextante” que é divulgado
mensalmente e a “Revista Eletrônica”, tendo seu lançamento trimestralmente. Nota-se que
nos meses do lançamento da revista, o informativo mensal não é publicado.
Atualmente o CCMM tem como Presidente o Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida
Júnior, como 1º Vice Presidente o Capitão de Longo Curso Plínio Rodrigues Calenzo e 2º Vice
Presidente o Capitão de Longo Curso Joselito Guerra de Andrade Câmara.
Para acessar o site, basta clicar no link:
https:/www.centrodoscapitaes.org.br

Site do CCMM

NAVEGANDO

No último dia 05 de Setembro foi comemorado o “Dia da Amazônia”, que é considerada um dos patrimônios
naturais da humanidade. A data sempre passa despercebida para grande maioria das pessoas, porém para os
militares das Forças Armadas não. A operação “Samaúma” realizados em vários estados das regiões norte e
centro-oeste tiveram as ações de nossas tropas no combate e proteção ambiental.

Uma das empresas que pratica a motivação dos seus tripulantes é a “Log-In”, além de cumprir o seu regime 1×1
de rendição (60 dias de repouso para cada 60 dias de embarque). Não é a toa que muitos marítimos estão
migrando para essa empresa. Dentre os grandes amigos do colunista estão o CCB Allan Moreira e a CCB Vanessa
Cunha.

A Capitão de Cabotagem Vanessa Cunha foi uma das primeiras mulheres a Comandar navios de grande porte, ao
lado da CLC Hildelene Bahia e CLC Geovana. Hoje, diversas mulheres estão nessa função tanto em navios
mercante como em embarcações de apoio offshore. Elas merecem.

O Capitão de Longo Curso Antônio Filo Creão Garcia, atualmente professor do CIABA, formou inúmeros Oficiais de
Náutica, sendo sua especialidade em navegação. O colunista foi seu Aluno nos anos de 1995 e 1996 quando teve
as matérias de Astronomia e Navegação Astronômica, dentro dos quais aplica até hoje nas unidades que
embarca.

Atenciosa mensagem foi recebida do Capitão de Mar e Guerra (RM1) José Eduardo Vieira Carneiro. Ele que foi
Comandante da “Base Naval de Val de Cães” (BVNC). Atualmente na vida civil, seus trabalhos exemplares
continuam servindo a Marinha do Brasil, agora na Diretoria de Portos e Costas, onde a coluna é lida. Grande
abraço ao amigo e agradecimentos pelas palavras motivadoras.

Outro grande amigo que sempre envia palavras motivadoras é o Capitão de Mar e Guerra Josué Fonseca Teixeira
Júnior, atual Comandante do “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), que vem realizando um
excelente Comando a frente de nossa “Universidade do Mar”.

O colunista teve a oportunidade de navegar durante o ano de 2016 nos rios da Bacia Amazônica, tais como o
Amazonas, Negro e Solimões. Os trabalhos dos Práticos são de extremas importâncias e responsabilidades nas
ZP’s que fazem parte dos imensos rios. Por isso que os mesmos devem sempre ser valorizados. Aqueles que não
dão apoio é porque ou não sabem da capacidade dos mesmos ou não conhecem.

O Capitão de Cabotagem Allan Moreira, agora de repouso merecido com sua família e com roupagem nova, já
que faz parte da empresa de navegação “Log In” continua suas atividades sociais e prol da Marinha Mercante
Brasileira, ministrando aulas de navegação em sua cidade de residência, a capital federal Brasília.

O colunista como “Patrono da Turma Atlante” de 2020, mantém contato com grande parte dos agora Praticantes
Oficiais de Náutica e de Máquinas. Hoje, uma afilhada se encontra a bordo do navio sob seu Comando. Trata-se
da Praticante Oficial de Máquinas Raíra Lins dos Santos, que vem desenvolvendo suas atividades de aprendizado
com eficiência.

Durante a Segunda Guerra Mundial, várias Marinhas estiveram ao lado dos aliados. Podemos citar a nossa própria
Marinha do Brasil, que foi encarregada de defender nossos comboios e patrulhar imensa costa no Atlântico Sul. A
Marinha Real Canadense ajudou intensamente na vitória da Batalha do Atlântico, assim como servindo em outros
frontes navais. A Marinha Real Australiana fez uma considerável contribuição para as batalhas navais do
Mediterrâneo e do sul do Pacífico.

A Marinha Mercante Brasileira hoje conta com verdadeiros doutores na arte de comandante e navegar, fazendo
parte de uma geração de “ouro”: são eles o Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Júnior, o Capitão de
Longo Curso Francisco Cesar Monteiro Gondar e o Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, dentre muitos
outros. Mesmo não estando nos oceanos, seus timões continuam firmes no destino, atuando em prol de nossas
formações, especializações e lutas. Exemplos que arrastam e devem ser seguidos.

(RM). ricardo.monteirobr@hotmail.com

Via @luiscelsoborges – luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios