Rumores no mercado bovino geram desvalorização na B3, veja as notícias desta quinta

Por Felipe Leon, AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Na bolsa, o ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 310 para R$ 296,40, do outubro foi de R$ 310,55 para Rnotí296,95

  • Boi: mercado tem poucos negócios em dia de rumores

  • Milho: indicador do Cepea chega a doze dias seguidos de baixa

  • Soja: cotações caem no Brasil e em Chicago

  • Café: arábica fica estável no Brasil, apesar de leve queda em Nova York

  • No exterior: dados do mercado de trabalho no setor privado dos EUA decepcionam

  • No Brasil: PIB fica abaixo do esperado no segundo trimestre

Agenda:

  • Brasil: dados das lavouras do Rio Grande do Sul (Emater)

  • Brasil: produção industrial de julho (IBGE)

  • EUA: exportações semanais de grãos (USDA)

Boi: mercado tem poucos negócios em dia de rumores

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, com o dia marcado por rumores, não houve negócios relevantes ao longo do dia. Segundo o analista Fernando Iglesias, a primeira notícia não confirmada foi de um suposto caso de Encefalopatia Espongiforme Bovina (conhecida como doença da “vaca louca”). A segunda é de uma potencial greve dos profissionais que fiscalizam plantas frigoríficas.

Na B3, os rumores citados anteriormente geraram quedas bastante expressivas em toda a curva de contratos futuros do boi gordo e algumas cotações perderam o patamar de R$ 300 por arroba. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 310 para R$ 296,40, do outubro foi de R$ 310,55 para R$ 296,95 e do novembro foi de R$ 318,25 para R$ 306,70 por arroba.

Milho: indicador do Cepea chega a doze dias seguidos de baixa

O indicador do milho do Cepea, calculado com base nos preços praticados em Campinas (SP), chegou a doze dias seguidos de baixa. A cotação variou -1,1% em relação ao dia anterior e passou de R$ 94,76 para R$ 93,72 por saca. Portanto, no acumulado do ano, o indicador teve uma alta de 19,16%. Em 12 meses, os preços alcançaram 53,84% de valorização.

Na B3, a curva de contratos futuros do milho segue com o mesmo padrão do mercado físico e os vencimentos mais curtos já estão rondando os R$ 90 por saca. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 91,62 para R$ 90,31, do novembro foi de R$ 91,54 para R$ 90,38 e do março de 2022 passou de R$ 93,77 para R$ 93,08 por saca.

Soja: câmbio volta a pressionar cotações

O indicador da soja do Cepea, calculado com base nos preços praticados no porto de Paranaguá (PR), teve um dia de preços mais baixos. A cotação variou -0,66% em relação ao dia anterior e passou de R$ 166,95 para R$ 165,84 por saca. Desse modo, no acumulado do ano, o indicador teve uma alta de 7,76%. Em 12 meses, os preços alcançaram 20,86% de valorização.

Na bolsa de Chicago, as cotações dos contratos futuros da soja recuaram novamente e chegaram ao quinto dia consecutivo com quedas. O mercado segue pressionado pela melhora do clima e buscando sinais de demanda, sobretudo pela China. O vencimento para novembro caiu 1,15% na comparação diária e passou de US$ 12,924 para US$ 12,776 por bushel.

Café: arábica fica estável no Brasil, apesar de leve queda em Nova York

De acordo com a Safras & Mercado, as cotações do café no mercado brasileiro ficaram estáveis, mesmo com uma leve queda em Nova York. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação ficou estável em R$ 1.090/1.095, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação ficou inalterado em R$ 1.100/1.105 por saca.

Na bolsa de Nova York, as cotações do café arábica seguiram sem forças para conseguir romper os US$ 2,0 por libra-peso e tiveram um dia de ligeira desvalorização. O vencimento para dezembro, o mais negociado atualmente, recuou 0,13% na comparação diária e passou de US$ 1,959 para US$ 1,9565 por libra-peso.

No exterior: dados do mercado de trabalho no setor privado dos EUA decepcionam

O setor privado dos Estados Unidos teve criação de 374 mil empregos em agosto, de acordo com o relatório ADP. O dado decepcionou o mercado, pois os analistas projetavam uma criação de 613 mil novos postos de trabalho. Dessa forma, os investidores ficam na espera do Payroll, que traz a criação de empregos na economia norte-americana para amanhã, sexta-feira, 3.

Apesar do mercado de trabalho abaixo das expectativas, as bolsas norte-americanas tiveram comportamento misto, sendo que dois dos três principais índices tiveram valorização na comparação diária. O Nasdaq, índice de ações de empresas de tecnologia, avançou 0,33%, e o S&P 500, 0,03%. Enquanto isso, o Dow Jones teve um ligeiro recuo de 0,14%.

No Brasil: PIB fica abaixo do espera do no segundo trimestre

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB teve variação negativa de 0,1% no segundo trimestre na comparação com o primeiro e ficou abaixo das expectativas. Analistas de mercado projetavam alta de 0,2%. Na comparação anual, houve um crescimento de 12,4%. Em relação aos setores, a agropecuária recuou 2,8%, a indústria, 0,2% e os serviços tiveram avanço de 0,7%.

Após dois dias de queda, o Ibovespa ensaiou uma ligeira recuperação, mesmo com o dado do PIB do segundo trimestre pior que o esperado. O principal índice de ações da bolsa brasileira teve alta de 0,52% e ficou cotado aos 119.395 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,20% e passou de R$ 5,172 para R$ 5,182.

Fonte: Canal Rural

Via (LCN) @luiscelsoborges – luiscelsoBorges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios