TRIBUNAL MARÍTIMO COMEMORA SEU 87º ANIVERSÁRIO EM SESSÃO SOLENE.

Coluna - CLC - Ricardo Monteiro

Sessão Solene comemorativa ao 87º Aniversário do Tribunal Marítimo.

Em Sessão Solene, presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier
Santos, o Tribunal Marítimo realizou importante evento comemorativo ao seu 87º Aniversário de
existência, no dia 13 de Julho de 2021.
Devido das medidas de proteção para o enfrentamento do Covid-19, a sessão foi realizada com público
restrito, porém pôde ser acompanhada ao vivo pelo Canal do Tribunal Marítimo no youtube. O vídeo
pode ser acessado pelo link https://www.youtube.com/watch?v=UH_YbWVajrA.
A “Corte do Mar”, quase centenária e atuante desde 1934, é uma Instituição que prima pela tradição.
Durante a pandemia que assolou a humanidade por conta do coronavirus, o Tribunal Marítimo não
parou suas atividades, estando sempre alinhados com o Comando da Marinha e na esteira do Poder
Judiciário.
Em sua Ordem do Dia, o Juiz-Presidente do Tribunal Marítimo, Vice Almirante Wilson Pereira de Lima
Filho afirmou: “A marinha do Brasil, os navios e os portos não podem parar e não pararam. Nesta
esteira, o nosso Tribula Marítimo não parou!”.
E acrescentou: “fruto do elevado nível de profissionalismo e comprometimento dos militares e
servidores civis, que não mediram esforços para prestar o melhor serviço à sociedade e ao país,
principalmente neste período de pandemia”.
O Tribunal Marítimo realizou a primeira Sessão por videoconferência de sua história em 22 de Abril de
2020, de forma pioneira e desafiadora, que foi alcançada com louvor e honra. Em agosto do mesmo
ano, as sessões presenciais intercaladas com as realizadas por videoconferência foram retomadas.

Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, ao lado do Presidente do Tribunal
Marítimo, Vice Almirante Wilson Pereira de Lima Filho.

O Juiz-Presidente enfatizou que a superação que caracterizou o TM em tempo de pandemia só foi
possível em virtude do comprometimento e resiliência de sua tripulação e o apoio inconteste da
Marinha do Brasil.
Outras iniciativas pioneiras do TM foram as realizações da primeira sustentação online de um advogado
durante o julgamento presencial ocorrido no plenário desta Corte Marítima, localizada no Rio de
Janeiro, em 1º de Outubro de 2020, e da primeira distribuição de processo por meio do Sistema
Eletrônico de Informações (SEI-TM), em 12 de Novembro de 2020.
Este colunista, a equipe do “Convés Principal” e do site “Luis Celso News” parabenizamos o Tribunal
Marítimo pela passagem de seu aniversário.
Fonte: Assessoria de Imprensa do TM.

CAPITANIA DOS PORTOS DA AMAZÔNIA ORIENTAL
REALIZA DIFERENCIADO ATENDIMENTO AO PÚBLICO.

Este colunista pôde comprovar, na quinta-feira (15/07), o excelente atendimento que a
“Capitania dos Portos da Amazônia Oriental” (CPAOR) vem prestando ao público, com
agendamento pela internet e um pessoal bastante atencioso.
O agendamento pode ser feito no próprio site da Capitania, através do link
(https://sistemas.dpc.mar.mil.br/sisap/agendamento/#/), de fácil acesso.
Com a data marcada, basta comparecer a CPAOR munidos da documentação necessária,
conforme o serviço requerido.
Para retirar dúvidas, também pode ser acessado o whatsapp através do número (91) 99114-
9148. O atendimento ocorre dentro do horário
previsto, sem muita demora, sendo
tomadas todas as providências para a
prevenção do Covid-19.
Este colunista parabeniza a Capitania
dos Portos da Amazônia Oriental, seu
Comandante, Capitão de Mar e Guerra
André Luis Martini Vieira, e toda a sua
Tripulação pela qualidade indispensável
no atendimento.
Especial agradecimentos para o pessoal
militar envolvido na área de
atendimento ao público, onde também
destaco a presteza, cordialidade e
trocas de informações em geral.
BZ.

ANIVERSARIANTE.

Aniversariou no último dia 15 de Julho, o nosso ilustre amigo e colega,
Sr. Raimundo Nonato do Amaral, Primeiro Oficial de Máquinas.
O Oficial Amaral foi, por muitos anos, Comandante de Companhia da
“Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) do
“Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA).
Também exercia a função de Encarregado das Atividades Extra
Classes, que incluía a supervisão dos Grêmio dos Alunos “SAVI”
(Sociedade Acadêmica Vikings), além de participação no “Núcleo de
Formação de Oficiais da Reserva Não Remunerada da Marinha do
Brasil” (NFORM).
Por todas as turmas que passaram, o Oficial Amaral sempre recebia
homenagens em suas formaturas, pela maneira como tratava os
Alunos, de forma cordial, amigável e familiar, sempre tendo a
Disciplina Militar como base de formação.
Este colunista e a equipe do “Convés Principal” parabeniza o nobre
amigo e Comandante de Companhia na nossa época de EFOMM entre
1994 e 1997.

NAVEGANDO

Navegando em águas onde “nunca dantes navegaram” (como diria o poeta Camões, em sua obra poética “Os
Lusíadas”), os navios Lages e Diva concluíam a primeira travessia histórica, cruzando o Atlântico, isso em 29 de
Abril de 2010.
A Justiça do Trabalho consideram Covid-19 como doença do trabalho para embarcados da Petrobrás. Os
trabalhadores que forem infectados podem ter a doença considerada como acidente do trabalho. Com isso, esses
profissionais passariam a ter acesso a direitos como a estabilidade de ano no emprego após a data da alta do
tratamento e benefícios previdenciários de valor mais alto. Para acompanhar essa matéria, acesse o link:
https://www.portosenavios.com.br/noticias/offshore/justica-considera-covid-19-como-doenca-do-trabalho-paraembarcados-da-petrobras.
Embarcações com comprimento entre 206 e 220,99 metros, calado 10,67 metros, estão liberadas para entrar à
noite no Porto de Vitória. O pedido, feito pela Codesa, foi aprovado pela Capitania dos Portos e representará
ganhos operacionais para o porto.
Os agradecimentos da coluna ao grande amigo Capitão de Mar e Guerra (RM1) Aristide de Carvalho Neto. Ele foi
Capitão dos Portos da Amazônia Oriental (CAPOR) entre os anos de 2015 a 2017. Tive a honra de recebê-lo para
visita e almoço a bordo do NT “Oscar Niemeyer” quando estava no Comando.
A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira estão atuando de maneira primordial para a
prevenção e combate ao coronavírus. Os nossos soldados saíram dos seus quartéis e embarcações para se unirem
à população brasileira e enfrentar esse inimigo invisível. Com certeza nosso Pai Todo Poderoso irá fazer com que
a humanidade consiga a vitória. A batalha já está sendo ganha, apesar das perdas.
A vacinação global de marítimos está indo muito devagar para evitar que surtos em navios causem mais
interrupções comerciais e colocando em risco os trabalhadores marítimos.
Infecções em navios podem prejudicar ainda mais as já tensas cadeias de suprimentos globais. A indústria
marítima está soando o alarme à medida que essas infecções aumentam. Alguns portos restringem o acesso de
marítimos de países tradicionalmente fornecedores dessa mão de obra – mas sem vaciná-los.
Os Correios avaliam benefícios do uso do modal aquaviário após a primeira operação de entrega por meio de
cabotagem. Se viável, o uso da cabotagem será estendido para outras operações logísticas e serviços dos
Correios, conforme afirmou o Diretor de Operações.
Em breve a Força de Submarinos da nossa Briosa Marinha de Guerra contará com mais uma embarcação. Trata-se
do submarino “Tikuna” que teve sua prova de cais concluída em 28 de Junho, devidamente aprovada pelo Arsenal
de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ).
Já a partir de 1º de Julho, o submarino pôde realizar as provas de mar em superfície, com imersão estática e de
profundidade limitada. 

Na Segunda Guerra Mundial, em 08 de Agosto de 1940, Hitler proclama o bloqueio marítimo à Inglaterra.
Embarcações neutras são afundadas sem aviso. A Marinha Mercante de vários países sofrem baixas, de forma
covardemente. Em 27 de Outubro, o pequeno encouraçado alemão “Admiral Scheer” começa sua cruzada contra
os navios mercantes.
A coluna comentou na edição passada sobre as saídas dos jovens Oficiais e posteriormente de Oficiais
Administradores de uma empresa. Pois bem, chega ao colunista que agora um Comandante com mais de 15 anos
de serviços nessa mesma empresa e de muitos anos na função acaba de pedir demissão. Alguma coisa está
errada, disso tenho certeza.
O navio porta-contêineres MV “Zephyr Lumos” e o graneleiro MV “Galapagos” colidiram na manhã de domingo
no Estreito de Malaca, causando grandes danos e resultando em vazamento de óleo.

(RM)

(LCN) @luiscelsonews

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios