EQUIPE INICIA SONDAGEM DO CANAL DO CURUÁ/BARRA NORTE

Coluna Navegação em Foco, Jornal o Liberal

Rebocador Guilherme V que está conduzindo a equipe de Hidrografia.

A Diretoria do Centro de Hidrografia da
Marinha deu início ao projeto de levantamento hidrográfico nas proximidades do
canal do Curuá/Barra Norte, na Foz do Rio
Amazonas, no município de Macapá/AP. As
atividades estão sendo desenvolvidas pela
empresa Estuarium – Serviços de Estudos
Geológicos Eireli, e vão de 15 de julho a 15
de setembro deste ano.
A equipe responsável pelo levantamento
partiu do Porto de Santana/AP a bordo do rebocador “Guilherme V” com equipamentos
que vão possibilitar a medição de ondas, velocidade da corrente e profundidade a partir
de softwares. A partir dos dados coletados, será possível desenvolver cartas náuticas.
Os estudos estão sendo coordenados pela
Cooperativa Unipilot, que tem como dente o Prático Adonis Passos, e como responsáveis técnicos, o hidrógrafo Anderson
e o Prático Caiaffa.

Alunos do CIABA concluíram curso de
aperfeiçoamento de Oficial de Náutica

Após cerimônia, 14 alunos ascenderam ao posto de Capitão de Cabotagem.

A cerimônia ocorreu no auditório do
Centro de Instrução “Almirante Braz de
Aguiar” (CIABA) na quinta, 8, e marcou a
conclusão da primeira turma do ano de
2021 do Curso de Aperfeiçoamento para
Oficial de Náutica (APNT-01/2021). Os 14
alunos ascenderam ao posto de Capitão de
Cabotagem.
Na ocasião, foram realizadas a troca de
platinas, a imposição do distintivo de Aperfeiçoamento de Náutica, a entrega dos certificados de conclusão e a premiação dos
dois primeiros colocados que encerraram o
curso com a melhor média final.
A cerimônia foi presidida pelo Capitãode-Mar-e-Guerra, Josué Fonseca Teixeira Junior, Comandante do CIABA. Por causa da
pandemia do novo Coronavírus, o evento foi restrito e teve a participação apenas do
pessoal diretamente envolvido.

TESTES DE TRANSBORDO ENTRAM NA RETA FINAL EM VILA DO CONDE

Imagem zenital da operação de transbordo em Vila do Conde, em Barcarena.

Este tipo de operação é inovadora para a
região. Os testes de transbordo de granéis
sólidos vegetais realizados em Vila do Conde, em Barcarena, nordeste do Pará, vão encerrar no dia 15 de agosto. O objetivo agora
é amarrar a um navio mercante um sistema de bóias, sem estar atracado no porto,
para transbordo de granéis de comboios
procedentes de Miritituba, em Itaituba, no
sudoeste do Pará. Os últimos testes vão ser
realizados com um navio amarrado, primeiramente, a duas bóias e, depois, a quatro
bóias, que podem garantir mais segurança.
Nos testes com quatro bóias, caso o primeiro navio apresente bons resultados e
forem considerados suficientes, não haverá
mais testes. Caso seja insuficiente o teste
com o primeiro navio, será feito com um segundo ou terceiro navio, até a operação ser
realizada com total segurança. Em caso de aprovação, a operação vai
viabilizar o volume de carga embarcada
nos Portos do Arco Amazônico, trazendo
benefícios para o Norte e o Brasil. Os testes
são acompanhados por inspetores navais
da CPAOR, e representantes da Diretoria de
Portos e Costas (DPC) e do Comando do 4º
Distrito Naval. As manobras são executadas
pelos Práticos da Barra do Pará (ZP-3) e a
Operação Portuária pela Mega Logística.

MARES & RIOS

A Agência da Capitania dos
Portos no Oiapoque/AP (AgOiapoque) realizou, na semana passada,
a doação de coletes salva-vidas para moradores de Oiapoque/AP. A
ação faz parte da “Operação Verão
2020/2021 – Todos por uma Navegação Segura”.
Duas boas notícias para o
setor portuário da região: ainda
neste mês, haverá levantamento
hidrográfico na Barra Norte, na
foz do rio Amazonas, para viabilizar o aumento do calado no rio;
A partir de agosto, inicia a segunda fase dos testes no sistema de
Transbordo Flutuante na área do
Porto de Vila do Conde. Ambos,
quando aprovados, trarão benefícios para os Portos do Arco Norte
com o aumento do volume de carga embarcada.
No domingo passado, as
equipes da Segurança Pública
composta de uma guarnição do
Grupamento Fluvial (GFlu), com o
apoio da Marinha do Brasil, autuaram uma embarcação que saía da
capital com destino a uma festa na
ilha de Cotijuba. Com capacidade
para 508 passageiros, a embarcação estava com mais que o triplo
da lotação permitida.
A Mega Logística e a Capitania
dos Portos de Santarém iniciaram
os estudos para os testes de Transbordo Flutuante na área do Porto
de Santarém, no Rio Tapajós. Hoje,
o local opera com três berços: o
Terminal da Cargill e o Terminal
da Docas de Santarém que suporta
dois navios simultaneamente.
O Núcleo de Assistência Social e a Assistência Religiosa do
Comando do 4º Distrito Naval realizaram a doação de quase 500
peças para a “Campanha do Agasalho”, do Programa “Pátria Voluntária”. Foram mantas, casacos e demais itens de vestuários, novos ou
usados, que foram higienizados e
embalados para serem entregues
para pessoas em situação de rua.
O consórcio Via Brasil BR-163
arrematou o leilão da rodovia
mais importante para o agronegócio do país. Principal corredor
para escoamento de grãos do
Centro-Oeste receberá cerca de 2
bilhões de reais em investimentos
que impactam na redução do custo logístico. Ao todo, serão mais
de mil quilômetros entre Sinop/
MT e Miritituba, em Itaituba, no
sudoeste do Pará, que terão tarifa
de pedágio de R$ 0,07867 por quilômetro – deságio de 8,09%.

luizopinheiro@globo.com

(LCN) @luiscelsonews

luiscelsoborges@hotmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios